- Cirurgias de Retina e Vítreo

Problemas na retina e no vítreo, geralmente, causam uma perda na visão do paciente. Porém, existem alguns procedimentos cirúrgicos que tratam várias doenças oculares, como a retinopexia com introflexão escleral, a vitrectomia posterior, e as cirurgias de buraco macular, de membrana epirretiniana, e de retinopatia diabética avançada.

>> Cirurgia de descolamento da retina

Um descolamento de retina acontece quando a estrutura da retina se separa de sua conexão na parte traseira do olho, por conta de uma rasgadura, que pode ser ocasionada tanto por traumas oculares, pancadas fortes na face ou na cabeça e tumores, quanto por inflamações graves ou complicações do diabetes.


Após a ruptura da retina, o vítreo, um gel translúcido que preenche a maior parte do interior do olho entre a retina e a lente o cristalino, vaza, acumulando-se atrás da retina, causando o deslocamento.


Os principais sintomas do deslocamento da retina são o aparecimento de flashs ou de pequenos pontos pretos flutuantes na visão do paciente. O paciente pode queixar-se, também, de diminuição do campo de visão, que é causado por uma mancha escura, que pode ser no centro ou na periferia da visão.


A doença ocorre, com mais frequência, com o avançar da idade, principalmente após os 40 anos. O tratamento para a maioria dos casos é a cirurgia, cujo objetivo principal é fechar as rupturas retinianas e reconstruir a área atingida pelo problema.